top of page
Fundo.jpg

Blog

Como calcular suas emissões de carbono pessoal ou empresarial

A consciência sobre a crise climática cresce a cada dia. Empresas e indivíduos tomam consciência de seu impacto ambiental em diversas esferas, sendo as emissões de gases com potencial de ampliar o efeito estufa um dos pontos mais discutidos. A mensuração de carbono é uma medida aplicável ao impacto ambiental de uma pessoa, empresa, produto ou serviço, expressa em termos de emissões de dióxido de carbono (CO2) equivalentes. 

Para realizar esse cálculo, é necessário identificar as áreas que possuem probabilidades de gerar gases de efeito estufa e, a partir daí, fazer uma estimativa do consumo de recursos. Com essa mensuração, busca-se multiplicar essa estimativa por um Fator de Emissão, valores representativos que estimam a quantidade de um determinado poluente liberado em função de uma atividade associada à liberação desse poluente. 


De forma prática e fácil, é possível calcular a pegada de carbono pessoal através de alguns sites, como por exemplo: 

Essas calculadoras online são ferramentas fáceis de usar que permitem que você estime suas emissões de carbono respondendo a perguntas sobre seu estilo de vida, tais como: 

  • Moradia: Tipo de residência, consumo de energia, uso de gás natural 

  • Transporte: Meios de transporte utilizados, frequência de viagens 

  • Alimentação: Tipo de dieta, consumo de carne 

  • Resíduos: Quantidade de lixo gerado, reciclagem 

Ao contrário do cálculo de emissões pessoais, que muitas vezes temos mais controle, são volumes menores e o interesse público, legal e até de mercado é menor, pois este é um processo muito mais de conscientização e tem um impacto muito menor do que o de uma indústria efetivamente. 


Emissões provenientes das atividades empresariais: 

Para calcular as emissões empresariais, industriais e governamentais, existe uma metodologia correta a ser seguida, baseada no trabalho do GHG Protocol e em metodologias de suporte como Análise de Ciclo de Vida, Pegadas de Carbono e outras ferramentas, softwares e bases de dados. 


Protocolo de Gases de Efeito Estufa (GHG Protocol):  Desenvolvido pelo World Resources Institute (WRI) e pelo World Business Council for Sustainable Development (WBCSD), o GHG Protocol é um padrão globalmente reconhecido para contabilizar e relatar as emissões de gases de efeito estufa. Ele fornece diretrizes detalhadas para empresas calcular suas emissões de carbono diretas e indiretas, conhecidas como escopos 1, 2 e 3. 


Software de gestão de carbono:  Existem várias soluções de software disponíveis projetadas especificamente para ajudar as empresas a rastrearem, relatarem e reduzirem suas emissões de carbono. Esses softwares geralmente oferecem recursos de coleta de dados automatizados, análise de emissões, cenários de redução e relatórios de conformidade. A ESG Now está ingressando neste universo com o ESG Carbon, módulo que consegue gerar os dados de emissões automaticamente, acompanhando os inputs operacionais. 

Independentemente do método escolhido, calcular e monitorar as emissões de carbono é fundamental para estabelecer metas de redução significativas e implementar práticas sustentáveis.


Autor: Yuri Bauer | Analista ESG na ESG Now

 

 

 

Comments


bottom of page